samarco, mariana, vale do rio doce, rompimento das barragens, Palmetal

Todo o apoio e solidariedade da Palmetal à Samarco e Minas Gerais

A Samarco, fundada em 1977, é uma grande mineradora brasileira e atualmente controlada em partes iguais por dois acionistas: a Vale S.A e a anglo-australiana BHP Billiton. Com sede na capital mineira de Belo Horizonte, mantém duas unidades industriais no interior do estado, nos municípios de Mariana e Ouro Preto, e também no Espírito Santo, no município de Anchieta, onde fica a unidade de Ponta Ubu.

No dia 5 de novembro de 2015 o Brasil parou para assistir o lamentar a maior tragédia ambiental da história de Minas Gerais: o rompimento das barragens da Samarco de rejeitos de mineração de ferro nos município de Mariana e Ouro preto,  com mortos, feridos, crise no abastecimento hídrico e catástrofe ambiental nos corpos d’água afetados e nos maiores refúgios da Mata Atlântica.

A Samarco, responsável pelo acidente, tem sido o alvo das atenções, cobranças e julgamentos desde então. Porém, desde o primeiro instante da tragédia tem mobilizado todos os esforços para prestar todo o suporte e assistência, priorizando o atendimento às pessoas e a mitigação de dados ao meio ambiente.

Mais de 300 profissionais da empresa,  entre psicólogos, assistentes sociais, médicos, enfermeiros, bombeiros, socorristas, engenheiros, veterinários, biólogos e outros, atuam no atendimento às comunidades, nos serviços de busca e resgate de pessoas e animais e nas ações de monitoramento e contenção da lama.

A Samarco é nossa cliente e, coincidentemente, iríamos entregar mesas de trabalho e cadeiras na semana em que tudo ocorreu. Em consideração a parceria e postura sempre correta da empresa, a Palmetal registra aqui todo o seu apoio à Samarco. Estamos aguardando e torcendo pela normalização dos seus serviços e, principalmente, pela recuperação de Mariana e todos os municípios afetados.

Marcella Salles
[email protected]
No Comments

Enviar Comentário