engrenagens e a industrialização brasileira

Porque a industrialização brasileira é importante

A industrialização brasileira é importante por vários motivos, mas, o principal deles é bastante simples: Um grande pais somente fica rico se você se industrializar.

Se você ainda não conhece o canal do YouTube Ideias Radicais vale a pena conhecer. Nós aqui assistimos muito e aprendemos bastante com ele. Deve ser provavelmente a grande estrela guia dos Libertários do Brasil e se for merece.

Tem um vídeo chamado: “O Brasil é pobre porque exporta soja” que é exatamente o motivo pelo qual nós divergimos de quem é contra a industrialização brasileira.

O vídeo começa mais ou menos assim:

“A gente precisa se industrializar para exportar coisa boa e ai a gente vai ser rico… É uma falácia, está errado”

Essa frase acima tem uma consideração importante. O que você quer para o Brasil e em última instância para você?

A) Quero viver em um país maneirinho ser feliz e ok
B) Quero viver em uma superpotência, poder ajudar a transformar o mundo em lugar melhor para todos e como consequência de fazer a coisa certa ser incrivelmente rico como eram os habitantes de Florença nos tempos áureos.

Se você optar pela opção A a afirmação do vídeo talvez esteja correta. Se você optar pela opção B a afirmação do vídeo está errada.

No vídeo são citados exemplos de países exportadores de commodities que vivem bem: Austrália e Nova Zelândia.

Na sequência é citado o perfil de importação da Alemanha e do Canadá que importam produtos manufaturados.

A intenção é levar a pessoas a crer que como existem dois países que vivem bem a base de commodities e dois que vivem bem importando manufaturados nós não precisamos de governo (anarquia) para direcionar o país para um caminho industrial e podemos ser um pais rico exportando soja.

Repetindo… Isso TALVEZ seja verdade se você quiser viver em um pais legalzinho, pois, essa regra que valeu para Nova Zelândia e Austrália provavelmente não se aplica aqui pela escala da nossa população.

A Austrália tem 12% da população do Brasil e uma indústria de minério de ferro enorme que surfou a onda da China.

Existem australianos influentes sentando o pau no governo por não ter fomentado a industrialização da ilha deixando a pátria na mão dos chineses. Hoje 35% da exportação australiana é de um único produto para um único país – minério de ferro para a China.

Se a China puxar a tomada das commodities não vai ser com meia dúzia de surfistas viajantes que o pais vai pagar as contas.

A industrialização brasileira é muito importante para o país

Se você quer ser uma super potência dominante onde você vai poder ter uma vida muito boa ou mesmo ser milionário sem precisar acertar na loteria e ter um exército de ponta você precisará viver em um pais industrializado.

Basta olhar o perfil exportador das grandes potências no site: http://atlas.media.mit.edu – todas sem exceção exportam produtos de alto valor agregado.

A regra é clara: Para ser rico exporte muito produto de alto valor agregado e importe o que você quiser desde que o saldo seja positivo.

Todos os países que enriqueceram no século 19 e 20 conseguiram isso graças a industrialização.

Os que não fizeram em sua maioria ficaram pobres, exceto países de população pequena que foram excepcionalmente bem administrados.

A segunda guerra mundial foi basicamente uma guerra de indústrias e o grande vencedor foi o USA que saiu do conflito com uma indústria incrivelmente desenvolvida e intacta, pois, não sofreu ataques.

Para se industrializar é preciso um governo central

Pode ser que no mundo da utopia um país consiga se industrializar sem um governo central competente dando direções e coordenando a indústria, mas, na prática isso jamais aconteceu.

Nos exemplos de industrialização mais recentes: Japão, China, Coréia e Taiwan o governo foi extremamente ativo.

O mesmo se aplica aos casos mais antigos: Inglaterra, Alemanha, USA, etc.

No caso da Coréia do Sul o governo de Park Chun-hee copiou letra por letra o programa de industrialização da Alemanha.

Ele foi tão radical nesse ponto que o fundador da Hyundai Chung Ju-yung recebeu um representante do governo e ouviu com todas as letras:

“Você agora vai ser uma indústria.”

Até Chun-hee assumir o poder a Hyundai se concentrava em serviços de construção civil e nunca havia fabricado um prego na vida.

Chung tentou tirar o corpo fora mas o representante disse:

“Você tem uma semana para começar a fabricar carros ou vai ser preso. Como cortesia vou estender o prazo para 15 dias”

E isso não era brincadeira pois Park ao tomar o poder prendeu a maioria dos grandes empresários, que segundo ele, estavam (coincidência) enfiados em corrupção com o governo socialista de Yung Bo-seon seu antecessor.

Em 10 dias Chung havia feito uma join venture e iniciava assim a industrialização de carros na Coréia do Sul.

Trump deve sua vitória a desindustrialização

Desde que Bill Clinton liberou o comércio com a China e todos os governos subsequentes deixaram o barco correr frouxo os chineses fizeram a limpa na indústria do USA.

Junte-se a isso o falto de haver um salário mínimo alto na terra do Tio Sam (U$7,25 / hora) mais uma educação deficitária e a espiral da morte está feita.

O efeito foi tão real que Trump ganhou prometendo trazer a indústria de volta ao USA.

Os mais críticos dizem que o USA virou um país de bancos,
startups e fast food. Se você estiver nos dois primeiros tudo ok, se estiver no último você está fu.

Imposto é roubo

Sim, imposto é roubo, mas, no momento é um mal necessário para podermos ser mais ricos do que jamais sonhamos em nos nossos sonhos mais selvagens.

Afinal… Se o seu salário fosse de 100mil dólares por mês você se incomodaria de viver com 90mil dolares e entregar 10mil para o governo?

Ou você prefere ganhar 5mil dolares por mes e pagar zero de imposto?

A sua ideologia não deve superar a sua lógica ou você estará sendo um socialista e não um capitalista.

Conclusão

Exportar soja não é errado. Errado é exportar somente soja. E preciso retomar a industrialização brasileira para exportarmos manufaturados.

 

Alezzia
[email protected]

Indústria de móveis de aço inox com sede no Rio de Janeiro

No Comments

Enviar Comentário