Inteligência Emocional no Trabalho

Em um ambiente de muito estresse, pressão por resultados, competição entre colegas e divergências constantes de convívio, aquele que tem controle emocional no ambiente de trabalho, acaba por ficar em uma posição de vantagem em relação a maioria. Isso porque, diante de uma adversidade, respirar fundo, manter a calma e contornar a questão da melhor maneira, nem sempre é uma tarefa fácil.

Por isso, muito se tem falado nos últimos anos, da importância de os funcionários apresentarem um pré-requisito a mais: o controle emocional. Além da qualificação, dos conhecimentos, da pontualidade, interesse e etc., as empresas modernas estão avaliando também, o quanto essa pessoa consegue lidar com as situações adversas, comuns no ambiente de trabalho.

Algumas empresas inclusive, já consideram a inteligência emocional tão ou mais importante que inteligência de QI. E é exatamente isso que afirma o livro Inteligência Emocional, de Daniel Goleman, um dos mais famosos estudiosos sobre assunto em todo o mundo. O autor, que utilizou inovadoras pesquisas cerebrais e comportamentais, mostra porque pessoas de QI alto fracassam e outras, cujo quociente é mais modesto, apresentam uma trajetória de vida de sucesso. A resposta está exatamente em saber reconhecer a sua capacidade e limitação emocional e trabalhar em cima desses pontos a seu favor.

Segundo o livro, a partir do momento que a pessoa passa a ter esse autoconhecimento sobre sua personalidade, consegue ter um poder de reação muito mais rápido, ganhando força interior pra saber contornar da maneira correta os obstáculos. Enquanto aqueles, que não apresentam esse mesmo controle de suas emoções, em um momento de irritação, têm atitudes impensáveis, que só vão prejudicá-los ainda mais dentro de suas empresas.

Indústria busca o equilíbrio emocional de sua equipe

A Palmetal, que fabrica móveis em aço inox, há muitos anos procura manter o bem estar e bom ambiente de trabalho entre seus funcionários. Para isso, a empresa da total liberdade para que todos possam dar opiniões, críticas sugestões e, principalmente, dizer o que está incomodando. Guardar algum assunto que não agrada, definitivamente não é a solução, pois essa pessoa, aos poucos, vai perder o prazer do trabalho e um belo dia, quando chegar no seu limite, vai estourar a agir de forma indevida.

Além disso, a empresa tem música ambiente, sala de cochilo, massagem e auriculoterapia. As características mais valorizadas pela empresa são saber lidar com as frustrações, controlar a impulsividade, ser paciente, saber ouvir, ter empatia, praticar atividades físicas, ser bem humorado e manter um bom relacionamento com seus colegas.

Segundo o gestor da empresa Alexandre Nascimento, o equilíbrio emocional deve ser treinado diariamente:

– Valorizamos aqueles que sabem contornar as chateações e na medida do possível externam seus pensamento. Assim, fica mais fácil solucionar uma questão antes dela chegar em seu limite. Na hora de contratar, por exemplo, eliminamos os candidatos que dizem ter personalidade forte, normalmente isso significa que a pessoa é explosiva. Definitivamente isso não é uma vantagem no mercado de trabalho. Para um bom desempenho profissional, é preciso conviver bem com os desafios cotidianos.

Alexandre do Nascimento
enzimas@gmail.com

Palmetal é a empresa fabricante dos móveis em aço inoxidável Alezzia. A empresa foi fundada em 1990 e é a primeira a vender esse tipo de produto diretamente ao consumidor.

No Comments

Enviar Comentário