Osama não morreu – ou será que morreu?

A notícia da morte do maior terrorista dos últimos tempos Osama Bin Laden é destaque em todo os veículos de comunicação de todo o mundo. O responsável por comandar os Ataques de 11 de Setembro contra os Estados Unidos estava sendo procurado desde 2001. Mas agora, quase dez anos depois, o presidente americano declara ter encontrado e matado Osama. Diante de muitas dúvidas e situações mal explicadas, há uma onda pelo planeta questionando a veracidade deste fato. Será que Bin Laden morreu mesmo?


Essa dúvida vem intrigando muita gente e, diante de um acontecimento desta proporção, todo o mundo é afetado e influenciado com este anúncio. E no Brasil não seria diferente. A empresa Alezzia | Palmetal, sabendo de seu papel diante da sociedade, optou por ser parcial nesse caso e declarar o que pensa. Para nós, Osama Bin Landen não morreu! Não pelos americanos, pelo menos.

Dizemos isso porque, sim, o terrorista pode até estar morto, mas quem garante que foram as forças armadas americanas as responsáveis pela ofensiva? Quem garante que Osama já não estava morto, mas só agora as Américas descobriram e resolveram anunciar ao mundo para mostrar, mais uma vez, o tamanho de seu poder, a promessa cumprida de se vingar de seu orgulho ferido?

Bom, são questões que devemos, pelo menos, refletir um pouco, pois a certeza pode ser que demore a aparecer ou talvez, nunca apareça.

A ‘estranheza’ desse caso já começa pela declaração do presidente Barack Obama de que o corpo foi jogado ao mar, porque não teria tempo hábil para o sepultamento e porque nenhum país ia querer enterrar o corpo do terrorista em suas terras em menos de 24h, como exige a tradição muçulmana.

Porém, segundo o país, exames de DNA comprovam que era, de fato, Osama o homem morto no ataque. As autoridades, porém, não informaram onde ou como foram feitos os testes. O sumiço do corpo e a não divulgação das provas é algo que deve ser pensando.

E o que os Estados Unidos ganhariam divulgando essa notícia?! Mais revolta do povo muçulmano? Se mataram mesmo o líder terrorista, não seria mais inteligente manter a notícia em sigilo?! Até porque, Osama pode até estar morto, mas a al-Qaeda não.

Se tudo isso for uma farsa realmente, ela pode ser explicada pelos seguintes pontos:


– Estratégia para alavancar a popularidade do presidente americano


– Deixar os norte-americanos mais tranqüilos em relação à segurança do país


– Mostrar ao mundo que o ataque não ficou impune, ressaltando seu heroísmo


– Após tamanha atrocidade dos Ataques de 11 de Setembro, é estranho pensar que os EUA ainda se preocuparam com uma morte digna para Osama, jogando-o no mar em menos de 24h, não mostrando, por isso, o corpo ao mundo.


– É de se desconfiar também, na ingenuidade de Osama ter ficado cinco anos escondido no mesmo lugar. Estranho pensar que um homem como ele, após anos de experiência na guerrilha e ações fugitivas, não entendesse que um alvo estático é muito mais fácil de ser abatido que um móvel.

Aline Campista
[email protected]
No Comments

Enviar Comentário